Quem sou eu

Eu me chamo Lara Ferreira Rocha e tenho 25 anos. Sou dentista, paciente oncológica, e moro em Fortaleza. Tenho muita história pra contar...
Em agosto de 2008, fui diagnosticada com câncer no abdômen. Meu tipo é raro, um tumor desmoplásico. Como ele, eu sou rara também. Sou animada com a vida, tenho fé em Deus, sou engraçada, sorridente, feliz, simpática e tantas vezes ingênua.
Conto, aqui, algumas de minhas novidades, além de escrever o que penso, o que vejo, o que sinto.

Eu penso muito no amor, com certeza.
Espalhe todo bom sentimento por onde andar, ame você também!



4

The Flash

Quinta-feira, logo depois de publicar aqui, saí com uma de minhas irmãs perambulando por vários lugares, a fim de buscar remédios, ir ao médico, pegar uma guia correta para a troca do stent, e ainda ir ao plano de saúde pegar a autorização do procedimento.

Eu havia só almoçado, e pouco, porque continuo sem vontade de comer. Perto das três da tarde, o estômago já roncava. Como não tinha como parar a programação do dia para comer, combinamos, eu e minha irmã, de jantar logo que saíssemos do prédio do plano de saúde.
Às 17 horas, eu mal aguentava de tanta fome. À essa altura, estava esperando a autorização do meu procedimento.
Me levantei e fui buscar umas mini-bolachinhas cream cracker, única saída naquele momento. Bolachas e um copo d'água.
Praquele instante, bastou.

Como a autorização estava demorando a sair, e minha fome voltou com toda a força, resolvi ir atrás de mais bolachas e água para enganá-la.
Quando coloquei a terceira na boca, meu telefone toca. Era a gerente do hospital, questionando que horas eu havia comido. "Agora!", eu disse.
Depois de um "o que comeu?", "Mas e o almoço, quando foi?" e "Pare de comer, eu falei com seus médicos e eles estão querendo que você se interne ainda hoje", eu deixei meu lanchinho de lado e esperei a confirmação.

Sei que saímos do plano de saúde depois de seis e meia da noite, e eu precisava estar no hospital às sete e meia, no máximo! Realmente marcaram tudo assim, na maior rapidez.
Do jeito que estava, fui. O congestionamento não deixou nem eu passar em casa para buscar itens de higiene.

De toda forma, achei bom resolver logo isso. Senti pouca dor, diferente da vez passada, e fui direto pro quarto.
Tive uns enjoos, o que é normal para o procedimento, e uma febre, por isso não fui liberada antes.

De ontem pra hoje a dor migrou para a minha perna esquerda, a perna onde tudo começou, e essa dor aí não tem nem comparação com qualquer outra. Por isso, nem dormi essa noite.
Hoje, pela manhã, recebi a minha alta e tomei medicamentos pra dor na perna, e agora ela está bem tolerável. Assim que eu recomeçar o tratamento, ela desaparece.

Curtirei o carnaval de molho, mas acho ótimo.
Bom feriadão pra vocês!!

4 comentários:

Lívia Fiuza disse...

Ai amiga, sentir dor é muito ruim... tbm tô de molho nesse carnaval (mas por outros motivos), ontem passei o dia sentindo dor e é muito, muito chato... hoje acordei bem melhor. Melhoras pra vc, amiga! Quero te reencontrar em breve, portanto trate de melhorar, run! Beijooooooo

Lara disse...

Amiga, trate de melhorar você também!

Regina Cláudia disse...

Oi, Larinha!

Como foi o sue dia hoje? Como está se sentindo? Deus está fazendo um grande milagre na sua vida. Creia que logo tudo isso passará. Te amo e admiro muito.... beijos Tia Claudia

Lara disse...

Tia querida, eu estou bem, graças a Deus! Cuidando de tudo por aqui, né? Ainda bem que temos a oportunidade e os meios.
Deus lhe abençoe, tia.
Beijão

Postar um comentário

Eu ♥ feedback.

Se você gostou ou pensou em algo, compartilhe.
NÃO DEIXE DE COMENTAR!

Todo comentário será devidamente lido e respondido.


noticiasdalara.blogspot.com