Quem sou eu

Eu me chamo Lara Ferreira Rocha e tenho 25 anos. Sou dentista, paciente oncológica, e moro em Fortaleza. Tenho muita história pra contar...
Em agosto de 2008, fui diagnosticada com câncer no abdômen. Meu tipo é raro, um tumor desmoplásico. Como ele, eu sou rara também. Sou animada com a vida, tenho fé em Deus, sou engraçada, sorridente, feliz, simpática e tantas vezes ingênua.
Conto, aqui, algumas de minhas novidades, além de escrever o que penso, o que vejo, o que sinto.

Eu penso muito no amor, com certeza.
Espalhe todo bom sentimento por onde andar, ame você também!



3

D15S9

Já tá tarde e eu tô morrendo de sono, mas tô devendo esse post há um bocado de tempo! Quero escrever e acabo nem abrindo nada... mas preciso de espaço pra isso, e espaço significa estar sozinha em casa, o que não aconteceu esses dias.

Eu tenho estado extremamente sensível. Eu sei o que é isso: é o amor batendo outra vez.
Sério mesmo. Amor extravasando.
Eu choro -- e muito! Mas não é cansaço, não é dúvida, não é depressão, não é pena. Nada disso!! NADA DE SENTIMENTOS RUINS! Eu choro de agradecimento, com fé, esperança, amor à vida, amor a Deus. Tem presente melhor que esse?

Eu fui criada assim, e não tem como: eu não posso, nunquinha, achar que estou sendo castigada. Já ouviu falar em abnegação? Pois pode olhar no dicionário. Eu sei que acabo sempre correndo pra Deus, mas o que é a vida além dEle?
Eu estou passando por uma prova, e só. Não é sofrimento pra mim, porque eu aprendi a me sentir bem de qualquer maneira... mas não quer dizer que é fácil. Eu digo mesmo que não é sofrimento, mas encho os olhos de água quando lembro de tudo. Acho uma situação muito complicada. Ninguém sabe o que pode acontecer, né? E nem é pensando só em mim, porque, mesmo amando a vida, eu achei justo não me apegar a ela.

Essa fase só começou agora, acho engraçado isso. Mesmo no comecinho, eu nem chorei. Chorei somente uma vez, pra não dizer que minto, porque vi meu pai chorar. Acho isso terrível, fazer os outros sofrerem. Claro que foge ao meu controle, mas é horrível. Hoje, eu choro por tudo. Escutando uma música, falando o quanto estou bem, ouvindo coisas que me contam, lendo algo, vendo fotos, conversando com alguém. Incrível!
A gente vai passando por fases, por acontecimentos, por dádivas tão grandes, que não tem como continuar sendo a mesma pessoa.
Verdade absoluta.


Deixo hoje uma música que eu tinha no celular praticamente desde que ganhei, mas não tinha ouvido. Como não conhecia, sempre pulava.
Ao escutá-la, minha surpresa foi enorme. Quando você acredita, milagres acontecem! :)




Mariah Carey - When you believe

Many nights we prayed with no proof, anyone could hear
In our hearts a hopeful song, we barely understood
Now we are not afraid, although we know there's much to fear
We were moving mountains long before we knew we could

There can be miracles when you believe
Though hope is frail, it's hard to kill
Who knows what miracles you can achieve
When you believe, somehow you will
You will when you believe

In this time of fear, when prayer so often proves in vain
Hope seems like the summer birds, too swiftly flown away
Yet now I'm standing here, my heart so full I can't explain
Seeking faith and speaking words I'd never thought I'd say

There can be miracles when you believe
Though hope is frail, it's hard to kill
Who knows what miracles you can achieve
When you believe, somehow you will
You will when you believe

They don't always happen when you ask
And it's easy to give in to your fear
But when you're blinded by your pain
Can't see you way clear through the rain
A small but still resilient voice
Says help is very near

There can be miracles
When you believe
Though hope is frail
It's hard to kill
Who knows what miracles
You can achieve
When you believe
Somehow you will
Somehow you will
You will when you believe
You will when you, you will when you believe
Just believe, just believe
You will when you believe

3 comentários:

MARIANA disse...

gatinha, como esse post foi bonito! eu não canso de dizer que ser sua amiga é um aprendizado. você é tão serena, tão incisiva nas suas atitudes... eu acho isso invejável! DEUS proporciona cada coisa em nossas vidas, algumas pessoas apenas existem, outras vivem. você sabe viver, isso é tão importante! você se prova a cada dia que é capaz e tem forças pra isso.
essa sensibilidade é tão normal, aliás, é mais normal do que a gente imagina... eu acho isso muito importante pra vc, pois vc sempre foi aquela amiga que escutava nossas historias e enxugava nossas lágrimas, agora é a sua vez de ser compreendida, escutada, cuidada e pq não, "mimada"?? eu tô aqui pra isso.. todas as horas, todos os minutos, você já sabe disso! lov u soo deeeeeep! ;******

Lara disse...

ai, amiga, eu agradeço... sempre!!
eu estou sabendo como as coisas são só agora. isso é maravilhoso, né? eu nunca imaginei que ia mudar tanto e, ao mesmo tempo, acho que não mudei nada.
amo você também!! :**

belrocha disse...

Eu costumo só ler as notícias e comentários que você faz mas lendo tudo isso não pude ficar sem reação. Meu interior se encheu de um sentimento que teimava em explodir, dizendo: Morro de orgulho de ti, irmãzinha linda!
Amo-te! ;*

Postar um comentário

Eu ♥ feedback.

Se você gostou ou pensou em algo, compartilhe.
NÃO DEIXE DE COMENTAR!

Todo comentário será devidamente lido e respondido.


noticiasdalara.blogspot.com